Música e poesia animam polo Cultura Popular no Corredor Cultural

Quem passava pelo Memorial da Resistência no Corredor Cultural podia ver e ouvir uma apresentação diferente. Uma mistura de música e poesia tomou conta do Memorial e chamou a atenção dos mossoroense e turistas que caminhavam pelo local durante a estreia do Polo Cultura Popular no Mossoró Cidade Junina.

O Polo Cultura Popular é um projeto que busca manter a tradição do povo nordestino. Neste ano a Secretaria de Cultura teve a ideia de realizá-lo no Memorial da Resistência. A partir de domingo standes de comidas típicas e artesanato estão disponíveis para o público.

O poeta e músico Nildo da Pedra Branca apresenta o Misturando Poesias, um projeto cultural que acontece nesta sexta (08) e sábado (09), que busca apresentar à sociedade a cantoria de viola, embolada de coco, declamação de cordel, poesias e música regional do sertão e MPB. “É muito importante pra nós artistas, músicos, poetas e poetizas porque a gente pode mostrar de maneira simples nossa ideologia poética, nossa musicalidade nordestina. Eu fico muito feliz quando vejo que a Prefeitura está mantendo essa tradição viva,” afirmou Nildo da Pedra Branca.

Aposentada Graça Bonfim dançando com o poeta Nildo da Pedra Branca.
A aposentada Graça Bonfim veio da cidade de Fortaleza (CE) para aproveitar os festejos juninos do Mossoró Cidade Junina neste fim de semana. Ela está hospedada em um hotel da cidade e conta que conheceu Mossoró no Pingo da Mei Dia do ano passado. “Um pessoal que vende eventos em Fortaleza me mostrou o Pingo da Mei Dia e eu fiquei encantada, por isso resolvi vim no ano passado. Como eu gostei dos eventos voltei neste ano pra cidade. Eu sou acostumada a ir pra Campina Grande, há cincos que vou, mas aqui é muito bom também. Espero que a Prefeitura de vocês continue fazendo esses eventos”, destacou a aposentada.

A agitadora cultural Vânia Pedrosa pontua que gostou da ideia do Polo ser realizado no Memorial da Resistência. “A Secretaria de Saúde teve uma boa ideia de colocar o Polo pra cá. Aqui nós vemos público de todas as idades acompanhando as apresentações culturais” finalizou.

Leave a Comment