Costureiras iniciam trabalhos no Barracão do Chuva de Bala

Os trabalhos em torno do espetáculo Chuva de Bala no País de Mossoró já estão a todo vapor. Além dos ensaios que já foram iniciados com elenco e músicos, o barracão que confecciona figurinos e adereços já conta com o trabalho de oito costureiras e cinco aderecistas, que vão trabalhar durante todo o mês de maio para preparar os trajes que vão encantar a plateia nesta edição.

De acordo com o diretor e também figurinista do espetáculo, Marcos Leonardo, serão mais de 300 figurinos, entre novos e repaginados. “Teremos exatamente um mês de trabalho aqui confeccionando figurinos. Este ano teremos figurinos mais armoriais, muitas rendas, tudo dentro do tema em homenagem a Antônio Francisco”, afirmou.

A composição do figurino também é mais uma forma de geração de emprego e renda para as costureiras. “Todos os anos a gente aguarda este período. A expectativa é grande para o reencontro com as amigas e sem dúvida, para a renda extra”, destacou a costureira Alvaneide Morais.

Além disso, ela falou sobre o orgulho de ver seu trabalho sendo utilizado no espetáculo. “Acho tão lindo quando vejo eles sendo usados no palco que nem acredito que participei do processo. Estar aqui é além de tudo uma valorização profissional”, continuou a costureira.

Raimunda Nonata está pela primeira vez trabalhando no barracão. “É primeiramente um grande aprendizado. E eu estava numa situação financeira difícil, essa oportunidade vai me ajudar bastante”, afirmou.

Leave a Comment