Prévia aponta que gasto médio por pessoa no Pingo é de mais de R$ 100

O maior bloco junino do país abriu neste sábado (8) a programação do Mossoró Cidade Junina 2019. Além do sucesso de público, o Pingo Da Mei Dia tem uma grande importância para o turismo e a economia de Mossoró. Para comprovar o retorno econômico do evento, o município em parceria com a Universidade Potiguar (UnP), coletou dados entre os comerciantes e o público presente no evento.

O secretário municipal de Planejamento, Aldo Fernandes, explica que esse levantamento vai mostrar gasto médio do público que vem para o evento. “Esse trabalho de pesquisa vai identificar essa média de gasto no Pingo da Mei Dia, e pelo que estamos apurando tem pessoas que já informaram que pretendem gastar até R$ 300 reais. Isso só reforça que o Mossoró Cidade Junina, começando com o Pingo da Mei Dia é um investimento e uma alternativa de empregabilidade”, frisou o secretário.

Ainda no início do evento, perto das 13h, a pesquisa já apontava um gasto de mais de R$ 100 reais por pessoa. “Até o momento a pesquisa apurou que as pessoas vão gastar de R$ 100 até R$ 300 reais durante o evento”, relata Geane Paiva Accioly, aluna do curso de administração da UnP que estava aplicando o questionário.

A professora mossoroense Jailma Soares estava com um grupo de 10 pessoas, cada um gastou em média R$ 150 reais incluindo figurino e bebidas. “Gastamos em média 50 reais com figurino e 100 reais com bebida. Viemos num grupo de 10 amigos que vem todo ano”, comentou a professora.

O vendedor autônomo, Italion de Sousa, veio de natal com um grupo de 30 pessoas e está hospedado na casa de amigos. “Pela primeira vez estamos no Pingo Da Mei Dia e estamos adorando o evento. Viemos de carro próprio e nos hospedamos na casa de amigos, e até o final do dia devemos gastar uma média de R$ 150 por pessoa”, informou.

Leave a Comment