MCJ 2019 injetou cerca de R$ 90 milhões na economia local

O São João Mais cultural do País encerrou sua edição de 2019 com um saldo positivo em diversos aspectos. A organização do evento estima que, na edição deste ano, mais de 1 milhão de pessoas circularam nos oito polos do Mossoró Cidade Junina. Além da organização e da segurança, o evento terminou com saldo positivo em relação a economia. De acordo com uma prévia do levantamento realizado pela Prefeitura em parceria com a Universidade Potiguar (UnP), o evento injetou mais de R$ 90 milhões na economia local durante o mês de junho.

O número representa uma alta da movimentação financeira de 52%, se comparado com o valor movimentado em 2017. Outro dado impactante é que somente no Pingo da Mei Dia foi movimentada uma média de R$ 33 milhões de reais. O montante trouxe reflexos positivos em diversos setores da economia, tanto formal quanto informal.

É o que reconhece a Câmara de Dirigentes Lojistas de Mossoró (CDL). “O evento é bastante positivo para o comércio, principalmente o Pingo Da Mei Dia que atrai um número maior de turistas e com isso aquece muito a economia. Esse ano, o Mossoró Cidade Junina foi muito bem estruturado”, concluiu o diretor da Câmara de Dirigentes Lojistas de Mossoró (CDL), Wellington Fernandes.

O sindicato das Empresas Varejistas de Mossoró também confirma o impacto do evento no crescimento da movimentação financeira do setor no mês de junho. “Com certeza, esse ano foi bem melhor do que o ano passado. O crescimento das nossas vendas em termo de vestuário, gastronomia subiu em média de 30 a 40%, hotelaria teve uma ocupação de 100% e os demais setores do comércio teve um incremento de 10 a 20%”, informou o presidente do SindVarejo, Michelson Frota.

O coordenador do estudo de vialibidade do MCJ 2019, Josivan Alves, informa que essa é uma prévia dos números que foram levantados durante os dias do Mossoró Cidade Junina que se encerrou no último domingo (30). “A avaliação que eu faço é muito positiva, não somente do ponto de vista econômico, como também do ponto de vista turístico e social. É um evento indiscutivelmente positivo para a cidade.”, frisou o economista. Com o encerramento das atividades nos polos neste domingo(30), o coordenador informa que a a análise completa dos dados com o estudo de viabilidade do MCJ 2019 seja apresentada no início de agosto.

Leave a Comment